Quiropraxia - A protetora da Coluna

Como a maior parte das terapias alternativas, a quiropraxia criada em 1895 nos EUA pelo médico canadense David Palmer não se propõe a curar as doenças, e sim a dar ao organismo condições para fazer isso. Por meio das mãos, o terapeuta procura detectar e eliminar, no corpo do paciente, os bloqueios que impedem a comunicação com o sistema nervoso central, responsável por comandar o processo de cura.

 

Esses bloqueios costumam localizar-se nas articulações, por isso, a coluna vertebral é muito trabalhada pelos quiropraxistas. "Nela ficam cerca de 90% das articulações do corpo". Pequenos desvios de alinhamento das vértebras ( ou de qualquer outra articulação ), que alterem ou dificultem os movimentos normais, podem determinar a compressão ou irritação dos nervos, causando sinais ou sintomas de doença. É aí que entra o quiropraxista, detectando os desalinhamentos causados muitas vezes por movimentos repetitivos e má postura e os corrigindo manualmente. Por ser muito difundida nos EUA existem universidades ensinando a terapia e milhões de americanos se tratando com ela. Quem quiser se tratar com ela deve saber, porém, que são alguns movimentos suaves que colocam as vértebras no lugar certo.

 

Terminologia - Termos mais comuns utilizados pelo quiropraxista

AGUDO - de curta duração e relativamente severo.

AJUSTE - forma de manipulação, com a qual se aplica uma força de alta velocidade e de pequena amplitude.

AMPLITUDE DE MOVIMENTO - é o ângulo em que ocorre o movimento em uma articulação ou em uma região do corpo. A coluna vertebral possui seis diferentes movimentos: flexão (inclinação para frente), extensão (inclinação para trás), rotação, que pode ser para a direita e para esquerda, e flexão lateral, que pode ser para a direita e para a esquerda.

ARTICULAÇÃO - é o conjunto de dois ou mais ossos e que permite os movimentos. Ex: articulação do joelho, ombro etc.

ATLAS - é a 1ª vértebra da região cervical (pescoço); esta é a vértebra que possui maior liberdade de movimento de todas as vértebras da coluna.

CERVICAL - é parte da coluna situada na região do pescoço; possui normalmente sete vértebras.

CIFOSE - aumento exagerado da curvatura da região toráxica.

COLUNA VERTEBRAL - formada pelos ossos das costas. Protege a medula espinhal e permite ao corpo se movimentar em diversas direções e amplitudes de movimentos. É composta de 24 vértebras móveis, mais o sacro e o cóccix, localizados na base da coluna.

CRÔNICO - é um estado que persiste por longo período de tempo.

DISCO - é a cartilagem em forma de disco que separa as vértebras, absorve impacto e protege o sistema nervoso.

ESCOLIOSE - desvio lateral da coluna.

FACETA - é a superfície articular de cada uma das vértebras; articula-se com suas adjacentes superior e inferior.

FORAME INTERVERTEBRAL - abertura lateral através da qual passam os nervos que emergem das raízes nervosas.

HERNIAÇÃO - uma condição anormal do disco intervertebral, na qual uma parte do disco desloca-se mudando de posição.

LOMBAR - região constituída pelas vértebras da cintura, formada por cinco unidades.

LORDOSE - aumento exagerado da curvatura lombar e cervical.

MEDULA ESPINHAL - é uma extensão do cérebro; da medula espinhal saem 31 pares de nervos espinhais, os quais se comunicam com o corpo todo. A medula espinhal é protegida pela coluna vertebral.

NERVOS - são as ramificações nervosas que partem do cérebro e da medula espinhal, recebendo e distribuindo informações para todas as partes do corpo.

PROCESSO ESPINHOSO - é a protusão posterior da vértebra, que, por ser mais saliente, é a parte que pode ser vista e palpada sob a pele durante o exame da coluna.

PALPAÇÃO - é o exame realizado com os dedos; é a arte de sentir com as mãos, para se detectar alterações nas estruturas do corpo.

PROCESSO TRANSVERSO - são protusões laterais das vértebras, onde os músculos e ligamentos se fixam.

SACRO - é um osso triangular localizado na base da coluna.

SAÚDE - é um estado de equílibrio físico, mental e social e não simplesmente a ausência de doenças.

VÉRTEBRA - é cada um dos ossos da coluna.

 

 

1 Comentário

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.